Nemours

No momento que Megan Lavelle viu o dispositivo, ela soube que ele iria mudar a vida de sua filha. Lavelle é uma mãe vigorosa e irrequieta cuja filha mais nova, Emma, nasceu com artrogripose multiplex congenita (AMC). Em uma conferência na Filadélfia para famílias com AMC, Lavelle tomou conhecimento do Wilmington Robotic Exoskeleton (WREX), um dispositivo de assistência feito de barras metálicas articuladas e faixas de resistência. Ele permite que crianças com braços subdesenvolvidos brinquem, se alimentem e abracem.

A AMC é uma condição não progressiva que causa enrijecimento nas articulações e músculos muito pouco desenvolvidos. Emma nasceu com suas pernas dobradas na altura das orelhas, com os ombros voltados para dentro. "Ela podia mover apenas o seu polegar", conta Lavelle. Os médicos fizeram uma cirurgia imediatamente e imobilizaram as pernas de Emma. A garotinha foi para casa com seus pais determinados a oferecer a ela os melhores cuidados possíveis.


Download
A custom 3D-printed version of the Wilmington Robotic Exoskeleton (WREX) empowers little Emma to use her arms despite arthrogryposis.

Este dispositivo ortopédico personalizado significa que Emma pode se alimentar, colorir e abraçar.

"Fazer parte de um momento que é especial para outra pessoa realmente toca o coração."

Whitney Sample, engenheiro de design de pesquisa